05/07/13

DEFESA & TECNOLOGIAS - São Petersburgo recebe VI Mostra Internacional de Defesa Marítima


São Petersburgo recebe Mostra Internacional de Defesa Marítima

[foto:www.navalshow.ru]

 Foi inaugurada em São Petersburgo a VI Mostra Internacional de Defesa Marítima (International Maritime Defense Show). No âmbito desse fórum será realizada uma série de conferências e exibidos modelos de armamento e tecnologia naval. 
[foto:www.mnev.ru]
A Mostra Internacional tem a reputação de ser um dos três principais shows mundiais de material militar naval. 

Delegações de 50 países estão em São Petersburgo para participar nesse fórum. Elas incluem representantes de empresas estrangeiras e altas patentes militares como almirantes e chefes militares. 

Quanto às empresas, aqui estão representados colossos como, por exemplo, a Corporação Unida de Construção Naval (USC na sigla inglesa) e a companhia francesa DCNS fabricante dos famosos porta-helicópteros da classe Mistral. 

É verdade que, segundo o vice-diretor da Rosoboronexport, Igor Sevostyanov, não devemos esperar nada de sensacional da Mostra Internacional 2013. Provavelmente a mostra não irá terminar com a assinatura de contratos multibilionários ou de negócios importantes. Para os participantes no fórum, no entanto, é importante a própria possibilidade de se encontrarem e trocarem opiniões num ambiente confortável, explica Sevostyanov. Para os peritos, as suas palavras não constituem surpresa. 


[foto:army-news.ru]

A situação é comentada pelo analista militar Prokhor Tebin: “Antes de mais, é interessante ver os navios de guerra. Além disso, iremos aguardar a possibilidade de haver algumas declarações interessantes sobre cooperação técnico-militar por parte da USC e, talvez, de algumas companhias estrangeiras. 


[foto:english.ruvr.ru]

Existe a possibilidade de serem assinados alguns novos contratos. Infelizmente, eu próprio não espero nada de sensacional, mas espero sempre o melhor.” Quanto aos navios, aqui já há realmente qualquer coisa que merece ser vista. Nos cais da mostra estão atracadas 35 unidades navais de diferente porte: começando nas lanchas e terminando num submarino. 

[vídeo:rianovostiesp - Publicado em 05/07/2013/via:Youtube.com]

Também veio propositadamente à Mostra Internacional 2013 de São Petersburgo uma fragata da Marinha de Guerra holandesa. No entanto, atenção especial merece um navio russo, refere o perito militar Ilia Kramnik. “A principal atração são os navios de guerra, que são o que atrai mais atenções. 


[foto:weapons.technology.youngester.com]

Entre eles temos de destacar a corveta Boiky(foto acima). 

Esta é uma corveta nova, do último projeto, e que foi entregue à Marinha de Guerra Russa há muito pouco tempo, em maio deste ano, e só agora está a iniciar o seu serviço na Frota do Báltico. 



[foto:rostechnologiesblog.wordpress.com]

A Marinha russa deverá receber até ao fim desta década 10 corvetas, iguais à Boiky e de versões modernizadas, que também já estão em construção.” Devemos referir uma outra curiosidade. 

Apesar de os Estados Unidos terem a liderança naval mundial e terem a Marinha de Guerra mais poderosa, na mostra eles estão representados de uma forma bastante pobre. Tradicionalmente, neste tipo de fóruns os norte-americanos não participam tanto como vendedores, mas mais como compradores, ao contrário dos europeus. 



[foto:blog.ostec-group.ru]

As companhias do Velho Mundo, pelo contrário, oferecem os seus próprios produtos. 

Nomeadamente, no pavilhão da empresa DCNS, já referida, podemos ver não só os Mistral, mas também a novíssima corveta Gowind. Como a DCNS já tem relações estabelecidas com a parte russa, é provável que a empresa conte usá-las para fechar novos contratos. 

Fonte:Voz da Russia -por:Artiom Kobzev

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...