27/08/12

CENIPA identifica risco aviário nos aeroportos brasileiros


CENIPA identifica risco aviário nos aeroportos brasileiros



 Em busca de focos de atração de aves, uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) visitou abatedouros de bovinos e vazadouros de resíduos sólidos (lixões) na região do Aeroporto de Campos dos Goytacazes, na cidade de Campos/ RJ entre 30 de julho e 3 de agosto.

foto:(curitibaonlinenoticias.blogspot.com)

 A atividade, que faz parte das ações estabelecidas no Plano Básico de Gerenciamento de Risco Aviário, registrou cerca de 30 focos atrativos de aves, dos quais 22 de interesse com a identificação de aves das espécies urubu, carcará, biguá, quero-quero entre outras.

 Na ocasião, foi mensurado o terreno para análise no raio de 20 quilômetros do centro da pista, área considerada de perigo para a aviação. Na pesquisa terrestre, a equipe teve que enfrentar longas caminhadas sob sol quente, mau cheiro, sem contar o risco de contaminação nos lixões. 

Para o Tenente CTA Romildo Moreira, que esteve no local, a atividade é árdua, porém bastante promissora. “Realizamos um trabalho para a segurança da aviação na expectativa de contribuir com a redução do risco aviário”. A parte leve do trabalho dos agentes do CENIPA ficou por conta do registro fotográfico no reconhecimento dos cenários de maior incidência de aves próximas ao aeroporto. 

Isso só foi possível porque os agentes contaram com o apoio de um helicóptero do Terceiro do Oitavo Grupo de Aviação, da Base Aérea dos Afonsos.

 O helicóptero sobrevoou à baixa altura no entorno do aeroporto, o que permitiu mapear a região. Segundo o chefe do gerenciamento do risco aviário, Major-Aviador Francisco Morais, a verificação do risco aviário está prevista na Portaria 249/GC-5/2011, do Comando da Aeronáutica.

 Ele informa ainda que os dados coletados compõem um relatório descritivo entregue à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) que notificará os municípios. “O CENIPA revela o problema para que as autoridades competentes possam agir na eliminação dos focos identificados”, afirma Major Morais.

 O CENIPA iniciou em 2011 a verificação de focos de potencial risco aviário em 44 aeroportos do país. Cerca de 80% desse trabalho já foi concluído. 

Em continuidade ao calendário de atividades, este ano foram realizadas ações nos aeroportos de Jundiaí e Itapeva (SP), Vitória (ES), Confins, Carlos Prates e Pampulha (BH), Joinville (SC), além do Aeroporto de Campos dos Goytacazes.

A Infraero vem testando com muito sucesso o Falcão-Robô ,contra o perigo aviário nos aeroportos de Joenvile (SC) e no Aeroporto Internacional do Galeão (RJ) [Saiba mais...]

Fonte:CENIPA/fotos:CENIPA;(curitibaonlinenoticias.blogspot.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...