08/08/12

Aeroporto de Florianópolis instala equipamentos de alta precisão


Aeroporto de Florianópolis instala equipamentos de alta precisão



 Aparelhos aumentam a precisão para monitoramento do espaço aéreo.
 Técnicos da Força Aérea Brasileira realizaram testes na terça-feira (7).




 Um avião laboratório do Rio de Janeiro esteve no aeroporto Hercílio Luz, de Florianópolis, nesta terça-feira (7), para testar os novos equipamentos adquiridos pela Força Aérea Brasileira para a capital catarinense. 

São equipamentos de precisão, como o ILS, e uma nova torre de transmissão, que reúnem tecnologia avançada e aumentam a segurança em pousos e decolagens e o controle do espaço aéreo. 



Até então, em dias com nevoeiro a chance de o aeroporto fechar para pousos e decolagens era maior.

E mesmo os novos aparelhos não impedem que haja o fechamento por causa do mau tempo. Foi o que aconteceu na última quarta-feira (1), quando voos chegaram a ser cancelados. O equipamento, que já estava intalado, não foi suficiente e o aeroporo ficou fechado durante oito horas.

 Aparentemente, nada mudou na torre de controle, mas a estrutura tecnológica e os equipamentos foram modernizados. "Nós saímos de anotações em papéis para nossas telas digitais com tecnologia de touchscreen, onde todos estão vendo a mesma informação ao mesmo tempo", afirma Major Brigadeiro Carlos Aquino, diretor da comissão de controle do espaço aéreo. 



 Além disso, aeroporto de Florianópolis também ganhou radares mais modernos. Uma das mudanças foi no sistema de auxílio para pouso de aeronaves, instalado na cabeceira da pista principal. O transmissor antigo, que era analógico e funcionava há mais de 15 anos, foi substituído por um novo e digital. 

Sem esse equipamento, o aeroporto não teria como funcionar em dias de baixa visibilidade. O novo transmissor custou R$ 3,5 milhões à Força Aérea Brasileira. Ele emite uma onda de rádio que é captada pelas aeronaves em procedimento de pouso. 

Um avião laboratório veio do Rio de Janeiro e passou o dia sobrevoando o aeroporto para testar o sistema de aproximação, o chamado ILS. 

Com o equipamento, o piloto consegue ver a pista em condições de visibilidade de até 550 metros de distância. Ainda assim, segundo a Força Aérea, o fechamento do aeroporto pode acontecer em dias de neblina. "Como aconteceu na semana passada em Florianópolis, nós tivemos uma neblina muito intensa, nem com esse equipamento as aeronaves conseguiram pousar e o aeroporto ficou fechado, mas isso é muito raro.




 Ano passado o aeroporto fechado somente por 15 horas o ano inteiro " Ricardo Flezcky, comandante do departamento do controle do espaço aéreo. Esta é a última etapa de um investimento de R$ 19 milhões na modernização do Aeroporto Hercílio Luz.


Fonte:G1.com/Fotos:RBSTV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...