08/08/12

Aviões ficam perto do desastre no céu dos EUA



Aviões ficam perto do desastre no céu dos EUA 



Investigadores americanos divulgaram detalhes alarmantes sobre erros de controle que quase causaram uma colisão aérea ano passado entre um avião lotado da American Airlines com destino a São Paulo e um cargueiro militar, na costa leste dos Estados Unidos. 


O fato aponta para problemas no principal centro de controle de tráfego aéreo de Nova York. Um relatório do Conselho Nacional de Segurança de Transporte dos EUA revelou os erros e as falhas de comunicação dos controladores de tráfego, que culminaram com dois grandes aviões avançando velozmente em rotas convergentes na escuridão da costa nova-iorquina. 

Os jatos, ambos a 6.700 metros de altura, voaram um de encontro ao outro por pelo menos um minuto sem que os pilotos se dessem conta do imenso perigo que corriam. 

 Os especialistas em segurança consideram o incidente de janeiro de 2011 bem mais sério que muitos outros quase-acidentes que vieram a público. 

 O incidente de Nova York é particularmente preocupante, disseram especialistas do setor e do governo, porque os erros aconteceram no que é considerado um dos melhores centros de controle da Administração Federal de Aviação - ou FAA, na sigla em inglês, a agência que regula o transporte aéreo nos EUA.

 O centro da área de Nova York conta com alguns dos controladores de voo mais experientes, que guiam os aviões através do que é provavelmente o espaço aéreo mais complexo e congestionado do país. 

 As autoridades do conselho de segurança e outros especialistas acreditam que tais eventos resultam em parte das dificuldades de lidar com um tráfego pesado, bem como com controladores sem treinamento adequado ou extenuados por horas extras.


Fonte:Valor Econômico-Por Andy Pasztor | The Wall Street Journal/ foto:doomar.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...