15/06/13

HISTÓRIA DA AVIAÇÃO - Emoção marca comemoração dos 79 anos do CAN no RJ.


Emoção marca comemoração dos 79 anos do CAN no RJ. 



 Desfiles, exposição de aeronaves e, sobretudo, emoção. 

Com esses ingredientes foi comemorado hoje (11/6), na Base Aérea dos Afonsos (BAAF), no Rio de Janeiro, os 79 anos de existência do Correio Aéreo Nacional (CAN).


[Vídeo:portalfab-via:Youtube.com]


 O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Juniti Saito, assim como outras autoridades do Comando da Aeronáutica, estiveram presentes à solenidade militar que também homenageou o Dia da Aviação de Transporte. Em sua mensagem, o Comandante da Aeronáutica lembrou que o amor ao próximo e o senso do dever de um grupo de visionários deram asas ao símbolo máximo da integração de crenças, sotaques e culturas da nação brasileira constituindo-se no maior legado deixado pelos heroicos pioneiros do Correio Aéreo Nacional. 


[foto:www.oxygino.com]

Também salientou a evolução dos meios aéreos que permite vislumbrar o futuro emprego dos KC-390 na aviação de transporte, ampliando a capacidade logística, de mobilidade da tropa e de apoio aos brasileiros em todo o território nacional. Uma das atrações foi a exposição "Redescobrindo o Brasil".

 [foto:www.e-voo.com]

O acervo, montado no hangar do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT), contou a evolução da trajetória do CAN por meio de painéis fotográficos e peças antigas como jaquetas e macacões de voo. 





[foto:www.fotolog.com]

A finalidade da mostra, segundo os organizadores, é evidenciar a participação do Correio Aéreo Nacional no processo de integração nacional.

 O desfile do avião Curtiss Fledgling K-263, utilizado na primeira missão do CAN, proporcionou uma volta ao passado.

 Na ocasião, houve também a imposição da medalha mérito operacional Nero Moura a 12 comandantes de unidades aéreas de transporte da FAB. 




O Coronel Neri Nascimento conduziu o estandarte do Comando de Transporte Aéreo (COMTA) no desfile da tropa, formado à frente do grupamento pelos veteranos do Correio Aéreo Nacional, encerrando a cerimônia comemorativa.

 HISTÓRIA    
[foto:Aerojor]

 O CAN realizou sua primeira missão no dia 12 de junho de 1931. Um malote com duas cartas deveria ser entregue à sede dos Correios e Telegráfos em São Paulo pelos Tenentes Nelson Freire Lavénère Wanderley e Casemiro Montenegro Filho.

 Para cumprir o objetivo os militares decolaram do Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro, a bordo do biplano Curtiss Fledgling K-263 com destino ao Campo de Marte, na capital paulista. Como não conseguiram localizar o aeródromo, pousaram no Jockey Clube Paulista da Mooca e completaram a tarefa a pé.

 A partir daí iniciava-se a verdadeira saga que, além do transporte de passageiros levou, sob suas asas, solidariedade e ajuda humanitária aos mais distantes rincões do País. Inaugurava-se, assim, o Correio Aéreo Militar. Idealizado pelo então Ministro da Guerra, General José Fernandes Leite de Castro, o Correio Aéreo Militar surgiu imbuído do espírito de "fazer o que a Nação precisa". 


Sob o comando do então Major Eduardo Gomes, o Correio Aéreo Militar expandiu-se pelo interior do país. Com a criação do Correio Aéreo Naval em 1934, as linhas da Aviação Militar multiplicaram-se pelo Centro-Sul. O recebimento de aeronaves mais modernas e a marcação de novos campos de pouso possibilitaram a descoberta dos caminhos para a mais remota das regiões: A Amazônia. 




O evento teve uma programação extensa de atividades e começou às 8h30 com uma missa de ação de graças em memória ao CAN, rezada pelo Arcebispo Militar Dom Osvino José Both. Já às 10 horas, ocorreu a solenidade militar no pátio operacional da BAAF, na qual foi prestada uma homenagem ao Major-Brigadeiro-do-Ar da Reserva José Rebelo Meira de Vasconcelos. 

Um desfile aéreo com aviões Hércules C-130 e Amazonas C-105 cruzou o céu da Base dos Afonsos durante a cerimônia. Em 1941, com a criação do Ministério da Aeronáutica, houve a fusão dos Correios Aéreos Militar e Naval, e surgiu o Correio Aéreo Nacional (CAN). Atualmente, o Centro do Correio Aéreo nacional (CECAN) é o órgão central do Sistema do Correio Aéreo Nacional (SISCAN). 

A instituição gerencia 24 postos do CAN e 19 Elementos CAN (nas localidades onde não há postos) espalhados pelo território brasileiro, sendo o responsável pela coordenação, controle e assessoramento técnico e normativo de toda estrutura de recursos materiais e humanos componentes do sistema.

Fonte:Portal FAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...