29/03/13

BOEING - 787 Dreamliner encara novo risco: limitação de alcance


Boeing 787 Dreamliner encara novo risco: limitação de alcance 


[foto:airnation.net]

 Com a Boeing trabalhando para recuperar a permissão para seus 787 Dreamliner retomarem os voos, a companhia enfrenta o que poderia ser um custoso novo desafio: um banimento temporário das jornadas transoceânicas de longa distância para as quais a aeronave foi projetada. 

 Especialistas do setor de aviação e autoridades do governo dizem que a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) pode encurtar o tempo de voo permitido para o 787 em certas rotas ao aprovar um sistema de baterias redesenhado. "Caso a FAA aprove (somente) a operação sobre terra, isso seria um golpe muito destrutivo ao programa do 787", disse Scott Hamilton, um analista de aviação na Leeham Co, em Seattle. "É completamente dentro das expectativas que a FAA limite as extensões de operação para o 787", disse uma fonte reguladora do Japão à Reuters. 

 Um porta-voz da FAA disse ser muito cedo para discutir a aprovação de ETOPS [Extended Twin Engine Operations - é uma sigla para certificações oficiais da ICAO que permitem às aeronaves comerciais ou  executivas voarem em rotas com trechos que estejam tão distantes de um aeroporto alternativo quanto a distância de voo percorrida em até 60 minutos, até 120 minutos e até 180 minutos]., já que o reparo da bateria da Boeing ainda está em testes. 

 Durante uma coletiva de imprensa recente no Japão, executivos da Boeing disseram não haver nenhuma conversação com reguladores a respeito de extensões de operação. Eles disseram que o plano de certificação proposto não previa mais limitações uma vez que o avião obtenha a permissão para retomar os voos. 


 Fonte: Reuters/Aviation News -via:Direto da Pista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...