02/03/13

AEROPORTOS - Apagão no aeroporto JK, em Brasília, causa filas e atrasos em voos


Apagão no aeroporto JK, em Brasília, causa filas e atrasos em voos


O salão de embarque do aeroporto JK ficou lotado na manhã deste sábado (2), por causa de um apagão (Foto: Alex Souza/VC no G1)
[foto:G1 -salão do aeroporto LK lotado pela manhã /por:Alex Souza - VC no G1]

 Consórcio diz que falha em linha de transmissão de energia provocou pane. Às 14h, dos 98 voos que saíram do aeroporto, 68,4% tiveram atraso Interrupção no fornecimento de energia com duração de cerca de duas horas e meia causou filas e atrasos em voos no aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, na manhã deste sábado (2).


 De acordo com a administração do aeroporto, o apagão teve início às 6h10; o fornecimento foi restabelecido às 8h45. Às 14h, dos 98 voos que saíram do aeroporto JK, 68,4% tiveram atraso; 6 (6,1%) estavam fora do horário entre 13h e 14h. 

Cinco voos foram cancelados.

 Segundo o consórcio Inframérica, que administra o aeroporto, uma falha na linha de transmissão gerou uma pane no sistema, o que prejudicou a distribuição de energia no terminal. Este é o segundo dia em que a Inframérica administra o aeroporto JK sem supervisão da Infraero. 

 O consórcio disse que vai apurar se o problema está relacionado com a queda de energia que ocorreu na madrugada deste sábado, no Lago Sul. 

 A Companhia Energética de Brasília (CEB) informou que que uma árvore caiu no transformador que abastece o Lago Sul às 3h; o fornecimento foi normalizado na região às 9h30. Inicialmente, a companhia nega relação com o problema no aeroporto, mas enviou técnicos ao terminal para realizar uma checagem. 

Transtornos Passageiros relatam que por volta das 8h20 as filas para check-in eram gigantescas. Algumas companhias realizaram o procedimento manualmente. Em alguns casos, a marcação de assentos não foi possível. Também havia longa fila na área de embarque. No salão onde os passageiros aguardam para entrar nos aviões, os painéis e as luzes estavam apagados e não era possível ter informações sobre as decolagens.

 Os passageiros do voo TAM JJ 3821, com destino ao aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, ficaram ao menos uma hora presos dentro do avião. 

Uma passageira contou que o comandante do voo não soube informar o motivo do atraso. "Ele [o comandante] falou: ‘Estou de mãos atadas aqui em Brasília. Esta é a estrutura dos nossos aeroportos. Desculpem o desabafo’", disse a passageira.

 Inframérica

 O consórcio Inframérica assumiu as operações do aeroporto JK em 1º de dezembro do ano passado. Durante esses três meses, a empresa trabalhou sob supervisão da Infraero. 

Desde esta sexta (1º), a concessionária assumiu integralmente a gestão, manutenção e o funcionamento de todos os serviços do aeroporto.

Fonte:G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...