11/07/2012

Taxa de embarque internacional fica mais barata em Viracopos em Agosto


Taxa de embarque internacional fica mais barata em Viracopos em Agosto 


A ANAC publicou valores na edição do Diário Oficial da União desta quarta (11/07/2012).

 Tarifa internacional será reduzida de R$ 59,20 para R$ 37,42 em 30 dias.



 A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira (11) os novos valores de taxas de embarque e de outras tarifas aeroportuárias cobradas no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

 O reajuste está previsto no contrato de concessão do aeroporto, que começa a ser administrada pela concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, em parceria com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), até o fim deste ano.

 A cobrança dos novos valores começa a ser feita após 30 dias da publicação no Diário Oficial, onde também consta o reajuste referente às operações no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP). De acordo com a ANAC, após este prazo, serão cobrados R$ 21,14 de taxa para embarques domésticos e em média R$ 37,42 para embarques internacionais. Até então, as tarifas eram de R$ 16,95 e R$ 59,20, respectivamente.

 A redução da taxa para embarque internacional era previsto por conta do que foi definido no contrato de concessão, segundo a ANAC. Passagens de voos em conexão terão taxa de R$ 7,16 cada. O valor para operação não é cobrado atualmente.

 40 mil funcionários após ampliação Após a conclusão das obras de ampliação, o Aeroporto de Viracopos vai ampliar de oito mil para 40 mil o número de funcionários contratatos para atendimento de passageiros e outros serviços aeroportuários no terminal. 

O projeto do consórcio Aeroportos Brasil Viracopos, formado pela Triunfo Participações, pela UTC (45%) e pela empresa francesa Egis, prevê a construção de uma cidade aeroportuária, com hotéis, centro de convenção e shopping center.

 A primeira etapa do projeto, com custo estimado em R$ 1,4 bilhão, prevê a construção de um novo terminal de passageiros com capacidade para o transporte de 14 milhões de pessoas por ano.

 O início das obras está previsto para agosto deste ano e a entrega da primeira etapa em abril de 2014. 

O novo terminal contará com 28 fingers e um novo espaço para estacionamento com 4,5 mil vagas, além das duas mil já existentes. 

A falta de espaço para estacionamento é uma das principais reclamações dos usuários do aeroporto. 

De acordo com informações divulgadas pelo diretor-presidente da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, Luiz Alberto Küster, Viracopos carrega atualmente 300 mil toneladas de carga por ano e a projeção é de que atingirá 1 milhão de toneladas transportadas por ano até o final da concessão. 

O objetivo da concessionária, segundo Küster, é tornar o aeroporto de Campinas o maior da América Latina. A operadora francesa Egis tem 10% de participação no consórcio. Já a Triunfo e UTC possuem 45% cada de participação. 

Etapas da ampliação A ampliação será realizada em cinco etapas. Até a Copa do Mundo de 2014, na primeira fase de obras, será investido R$ 1,4 bilhão no Aeroporto de Viracopos. Durante os 30 anos de contrato de concessão, a concessionária investirá R$ 8,4 bilhões na ampliação. 

A primeira etapa do projeto prevê a construção de um novo terminal de passageiros com capacidade para o transporte de 14 milhões de passageiros por ano. O atual terminal está projetado para transportar 3,5 milhões de passageiros/ano, mas a estimativa da concessionária é que Viracopos transportará nove milhões de passageiros em 2012.

 Segundo o último balanço divulgado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), entre janeiro e maio deste ano, foi registrado movimento de 3,5 milhões de pessoas no aeroporto de Campinas. 

O início das obras de ampliação está previsto para agosto de 2012 e a entrega desta primeira etapa em abril de 2014. Nas outras fases, o terminal será projetado para transportar 22 milhões de passageiros por ano até 2020, 45 milhões até 2030, 65 milhões de passageiros até 2040 e 80 milhões de passageiros até o fim da concessão, em 2042.


Fonte:G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...