20/06/2012

Líderes do setor de aviação e tecnologia limpa lançam iniciativa de biocombustíveis sustentáveis


Líderes do setor de aviação e tecnologia limpa lançam iniciativa de biocombustíveis sustentáveis 


Iniciativa regional terá alcance nacional para promover a segurança energética . Rio de Janeiro- A United Airlines (NYSE: UAL), Boeing (NYSE: BA), Honeywell’s UOP, Departamento de Aviação de Chicago e o Clean Energy Trust anunciaram a iniciativa Midwest Aviation Sustainable Fuels Initiative – MASBI (Iniciativa de Combustível Sustentável de Aviação da Região Centro-Oeste), que foi concebida para avançar o desenvolvimento de biocombustíveis de aviação em uma região que integra 12 estados e tem potencial significativo para oferecer insumo de biomassa, desenvolvimento de tecnologia, geração de empregos e comercialização sustentável.

 A iniciativa fará uma avaliação completa e abrangente do potencial para produção de biocombustíveis na região e desenvolverá um plano para apoiar demandas regionais e nacionais de forma responsável.

 O conselho consultivo da iniciativa será formado pelos líderes nacionais em biocombustíveis avançados, como o Departamento de Agricultura dos EUA, o Departamento da Marinha dos EUA, órgãos federais, organizações não-governamentais e instituições acadêmicas. "Em poucos anos, os biocombustíveis de aviação deixaram de ser uma visão esperançosa do futuro para se tornarem uma realidade empolgante, com mais de 1.500 voos já sendo operados com biocombustíveis avançados", afirmou Jimmy Samartzis, diretor de assuntos ambientais e de sustentabilidade da United. "A nossa indústria está comprometida com o avanço dos biocombustíveis sustentáveis, e a United está orgulhosa de lançar, juntamente com os seus parceiros, a iniciativa MASBI para definir soluções apropriadas no sentido de disponibilizar esses combustíveis alternativos em escala comercial, revelar o potencial econômico da região centro-oeste na produção de biocombustíveis avançados e garantir um futuro sustentável para a aviação", complementou.

 A região centro-oeste dos EUA possui fortes instituições agrícolas, financeiras e acadêmicas, além da presença extensa da indústria de aviação. 

Por este motivo, os membros do comitê diretivo do MASBI consideram a região essencial para o desenvolvimento dos biocombustíveis. 

As companhias aéreas que operam no centro-oeste transportam mais de 234 milhões de passageiros e consomem cerca de três bilhões de galões de combustível de aviação por ano. "A capacidade do setor de aviação de conectar as pessoas, bens e serviços ao mundo a partir do centro-oeste do país contribui significativamente para a economia da nação e para o aumento dos postos de trabalho", disse Billy Glover, vice-presidente de políticas ambientais e aviação da Boeing. "Os biocombustíveis são elementos fundamentais da estratégia de longo prazo para a diversificação dos combustíveis para a aviação comercial e permitem um crescimento sustentável e melhoria do desempenho ambiental global", afirmou. 

 Os stakeholders da organização estão desenvolvendo um estudo de viabilidade e plano de ação para avançar o setor de biocombustíveis no centro-oeste. "Em um primeiro momento, a iniciativa MASBI vai avaliar as opções de matérias-primas disponíveis na região centro-oeste, além dos requisitos e oportunidades de comercialização, demandas de logística e infraestrutura, e políticas regionais", disse James Rekoske, vice-presidente e gerente-geral de energia renovável e químicos da Honeywell’s UOP. "Depois que este roteiro de ação for desenvolvido, os participantes do MASBI em toda a cadeia de valor dos biocombustíveis executarão as recomendações que vão permitir o desenvolvimento e a comercialização dos biocombustíveis de aviação", acrescentou. 

 A iniciativa MASBI está convidando um grupo diversificado de stakeholders, incluindo companhias aéreas, produtores de matérias-primas, fornecedores de logística e investidores, para contribuir com seus conhecimentos e experiência. "O centro-oeste está pronto para liderar a nação no desenvolvimento e utilização de biocombustíveis de aviação avançados", disse Rosemarie S. Andolino, comissária do Departamento de Aviação de Chicago. "A nossa região oferece reservas significativas de matérias-primas; líderes de tecnologia limpa; uma comunidade ativa de financiamento que inclui grandes bancos e investidores de capital de risco e capital privado; aeroportos que já estão comprometidos com práticas sustentáveis e que apoiam uma maior utilização de biocombustíveis na aviação; formuladores de políticas que têm os biocombustíveis como prioridade; e consumidores comprometidos com a ação", afirma. 

 Os membros do comitê diretivo do MASBI acreditam que os seus esforços para promover os combustíveis sustentáveis acarretarão em crescimento econômico, geração de empregos e segurança energética. "Quando consideramos o fato de que a indústria da aviação nos EUA utiliza mais de 20 bilhões de galões de combustível por ano, vemos o quanto é revolucionário o potencial ambiental e econômico da comercialização da tecnologia de biocombustíveis", disse Amy Francetic, diretora executiva da Clean Energy Trust. "Posicionar o centro-oeste como uma região líder global em biocombustíveis de aviação se traduz em desenvolvimento econômico de longo prazo e em geração de empregos permanentes em larga escala na região”, pontua. Oliver Wyman, líder global em consultoria de gestão e estratégia, está gerenciando o programa para a MASBI. 

Serão conduzidas avaliações e identificação dos requisitos de sustentabilidade ao longo de todas as fases da iniciativa. Midwest Aviation Sustainable Biofuels Initiative -A iniciativa Midwest Aviation Sustainable Biofuels Initiative (MASBI) reúne parceiros que integram a cadeia de valor de biocombustíveis para promover o seu desenvolvimento e utilização.

 O Comitê Diretivo da iniciativa é formado pelos seguintes membros – United Airlines, Boeing, Honeywell’s UOP, Departamento de Aviação de Chicago e Clean Energy Trust. [www.masbi.org]. United Continental Holdings, Inc. -A United Airlines e a United Express operam uma média de 5.605 voos diários para 375 aeroportos em seis continentes a partir dos seus hubs em Chicago, Cleveland, Denver, Guam, Houston, Los Angeles, Nova York/Newark, São Francisco, Tóquio e Washington, D.C. Em 2011, a United transportou mais passageiros do que qualquer outra companhia aérea do mundo e operou mais de dois milhões de voo transportando 142 milhões de passageiros.

 A United está reformando as suas cabines para incluir mais assentos-leito na primeira classe e na classe executiva, além de maior espaço extra para as pernas na classe econômica, do que qualquer outra companhia aérea dos Estados Unidos. 

A United opera aproximadamente 700 aeronaves na frota principal e já encomendou a entrega de 125 novas aeronaves entre 2012 e 2019, incluindo 50 Boeings 787 Dreamliners e 25 Airbus A350XWBs. A United foi eleita a companhia aérea mais admirada do setor no ranking de Empresas Mais Admiradas do Mundo de 2012, elaborado pela revista FORTUNE. Os leitores da revista Global Traveler escolheram o programa MileagePlus da United como o melhor programa de passageiro frequente por oito anos consecutivos.

 A United é membro fundador da Star Alliance, que presta serviços para 190 países através de 25 companhias aéreas afiliadas. 

Os mais de 85.000 funcionários da United e da Continental residem em todos os estados dos EUA e em muitos países ao redor do mundo. Para mais informações sobre a United Continental Holdings, Inc., visite o site united.com . 
.
As ações ordinárias da United Continental Holdings, Inc., holding da United, são negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) sob o símbolo UAL.

Fonte:Portal Fator Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...