04/10/2010

Estados Unidos liberam a venda das aeronaves Hawkeye E-2D para Índia

Estados Unidos liberam a venda das aeronaves Hawkeye E-2D para Índia

http://3.bp.blogspot.com/_wB0aKeDvHus/SCD1g8X9SDI/AAAAAAAAAOY/LLvOQorDrr0/s320/e-3+sentry.jpg

Os Estados Unidos liberaram outro sistema de alta tecnologia para Índia, a aeronave embarcada Hawkeye E-2D para Alerta Aéreo Antecipado (AEW) e para gerenciamento de batalha.

A Índia é o segundo país, após os Emirados Árabes Unidos, a ter liberado pelo governo dos EUA e pelos departamentos de defesa a venda desse sofisticado sistema. A U.S. Navy sancionou US$432 milhões para os testes da aeronave, atualmente em andamento na Estação Naval de Patuxent River, em Maryland.

O Hawkeye E-2D tem estado sob avaliação do governo dos EUA para Índia por algum tempo. De fato, em 2007, fonte do Pentágono indicaram que a aeronave havia sido liberada, mas aparentemente a versão anterior da aeronave, o Hawkeye E-2C, foi oferecido para o qual a marinha da Índia disse “não” em discussões informais.

http://www.precise3dmodeling.com/models/images/e-2d/e2d_front.jpg

Oficiais da Marinha da Índia testemunharam as capacidades do Hawkeye E-2C mas disseram aos oficiais dos EUA que como o equipamento que a Índia comprará será usado por anos, ele deverá ser o melhor e mais atual com capacidade de potenciais melhorias.

Os futurps porta-aviões da Marinha da Índia poderão também ser equipados com sistemas de lançamento por catapultas.

A aeronave está sendo fabricada pela Northrop Grumman Corporation, e a U.S Navy tem programado a aquisição de 75 aeronaves E-2D Advanced Hawkeye (AHE), as quais podem operar em qualquer condição meteorológica, podem ser embarcadas em porta-aviões e são projetadas para extender as capacidades de vigilância com alerta antecipado para frota naval.

O custo de aquisição unitário é estimado em US$235 milhões.

A capacidade operacional inicial para o E-2D AHE mudou de abril de 2011 para outubro de 2014 devido aos cortes nos custos do ano fiscal de 2009.


Fonte:Plano Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação