30/04/13

TECNOLOGIA E DEFESA - DARPA estuda o caça de 6ª Geração


DARPA estuda o caça de 6ª Geração



 A DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency) do Pentágono está estudando novos conceitos de caça de combate de última geração, numa iniciativa que visa a manutenção do Domínio Aéreo dos EUA. 


Dentro em breve, espera-se que devam produzir-se resultados que sejam contemplados no próximo Orçamento.

 O Diretor da DARPA, Arati Prabhakar, disse que o estudo do Domínio Aéreo avançou a partir de conversas que teve com o chefe de aquisição do Pentágono, Frank Kendall, quando ela assumiu o comando da DARPA no ano passado. “Dessas conversas surgiu a ideia de dar uma olhada no domínio do Ar e fazendo a pergunta sobre como nós poderíamos criar esta mudança de geração e como poderíamos estender nossa capacidade de superioridade aérea?” No entanto, Prabhakar acrescenta que a ressalva de que “essa tecnologia não será nenhuma bala de prata, mas que deverá estender a superioridade aérea (dos EUA) pelas próximas três ou quatro décadas.”

 O Pentágono acredita que os estudos de nova tecnologia devem começar o quanto antes para enfrentar ameaças avançadas, porque as ameaças futuras serão muito mais perigosas que os inimigos que os EUA tem enfrentado desde o final da Guerra Fria. “Em primeiro lugar é muito importante para os EUA criar esta mudança de geração na capacidade de reconhecer que as ameaças que vão enfrentar no futuro tendem a ser muito mais sofisticadas do que foi visto na última década”, afirmou o diretor da DARPA.

  A DARPA tem “deliberadamente” escolhido uma “abordagem sistêmica” para o problema. “Isso não é uma pergunta sobre o que como será a próxima aeronave, mas sim, é uma pergunta sobre quais são os recursos que ela vai tomar, sendo em camadas ou em conjunto, a fim de realmente estender a superioridade aérea”.

A Empresa está conduzindo o estudo em conjunto com a Força Aérea dos EUA e da Marinha os EUA. 

Há oito gestores de programas da DARPA combinados com USAF e especialistas das USN trabalhando em tecnologias de próxima geração para o projeto. 

Essas áreas de tecnologia abrangem redes e comunicações, controle do espectro eletromagnético em todo o espectro eletromagnético, tripuladas e não tripuladas, bem como o papel de elementos espaciais. Os resultados preliminares do estudo poderão influenciar o Orçamento do ano-fiscal de 2015.

 FONTE: DARPA - via:CAVOK

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...