13/10/13

AÉREAS - TAM enxuga serviço de bordo e retira comida de voo curto



TAM enxuga serviço de bordo e retira comida de voo curto 



 Viagens de até uma hora passam a ter apenas bebidas; rotas ‘premium’ como ponte aérea devem ser exceção. 

Segundo a empresa, oferta de bebidas aumentará e serviço passará a ser mais eficiente e completo. 


A TAM, que no ano passado registrou prejuízo de R$ 1,2 bilhão, vai enxugar seu serviço de bordo até o fim do ano. A principal mudança consiste em deixar de servir algum tipo de comida aos passageiros em seus voos domésticos mais curtos. A medida começou a valer no sábado passado e será implantada até o final de 2013. Voos com duração de até uma hora entraram no corte. 

A empresa não quis revelar quantos deles serão afetados. Há exceções: rotas “premium”, entre seis aeroportos (Congonhas-SP, Santos Dumont-RJ, Confins-MG, Curitiba, Brasília e Porto Alegre), passam a ter seis opções de sanduíche frio, bebidas e café, independentemente do tempo de voo. Essas rotas compõem o que a companhia chama de “Super Pontes”. 

 MUDANÇA

 Entre os voos que tiveram ou terão o serviço alterado estão aqueles entre Congonhas e Florianópolis, por exemplo. Agora, nesses voos mais curtos que não sejam “Super Pontes”, só serão servidas bebidas (água, suco e refrigerante) aos passageiros. Antes da alteração, a grande maioria dos voos da TAM tinha algum tipo de comida para os passageiros, como snacks, biscoitos, amendoins ou sanduíches frios. 

 Alguns voos já ofereciam apenas bebidas durante o trajeto, mas eram rotas consideradas de menor interesse, como entre Curitiba e Londrina. Por outro lado, houve aumento na oferta de bebidas nesses voos. Antes, havia água e uma opção de bebida. 

Agora, há três opções (refrigerante, refrigerante light e suco) além da água. A TAM também mexeu nos voos que têm entre uma e duas horas de duração: haverá bebidas e distribuição de “cortesia saudável” –salgadinhos assados.

 Os sanduíches ficam restritos às “Super Pontes” e a voos com mais de três horas, como o Cumbica-Fortaleza. Para a TAM, o novo serviço é mais “eficiente” e “completo” e beneficiará o passageiro com opções “saudáveis”. Simplificar o serviço de bordo torna mais ágil também o embarque de comida nos aviões, diz a TAM.

 A empresa já havia desligado um dos sistemas de ar condicionado por economia, revelou a Folha em setembro.

Enxugar o serviço de bordo é tendência na indústria da aviação, em razão dos altos custos.

 A Gol também opera em voos nos quais oferece apenas bebidas. Em 70% dos voos da empresa, o serviço de bordo é cobrado. 

 FONTE: FAB ;Notimp -via:CAVOK

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar e enviar seu comentário

Voar News Agradece pela sua participação

Loading...